25 abril 2008

A Manhã de 25-04-2008

Manhã de Sexta-Feira, 25 de Abril de 2008
Tudo começou bem cedo. Eram perto das 7.00 da manhã que tivemos de sair da cama. Tomar um bom banho e aprontar os sacos de viagem.

Numa deslocação breve estamos na sede do G.D.R. do Bairro do Laranjal em Alcácer do Sal. Eram 8.15 horas da manhã.
E a primeira abordagem até foi boa pois pusemos as contas em dia. E no meu caso especifico meti alguns euros ao bolso.
( O pessoal já estava eufórico nesta altura )
Depois da confirmação do número de viajantes, dos respectivos documentos e dos bilhetes de avião estava tudo preparado.
Toca a carregar as malas no autocarro. Por volta das 8.30 horas estava tudo arrumadinho e nós estavamos prontos para partir para Lisboa.
A viagem de 01h.30m até ao aeroporto de Lisboa foi para relaxar. Todos queriam mandar as suas piadinhas que nem sempre correram bem pois o pessoal ainda estava a dormitar. O nosso amigo «Zé Miguel» começava a dar nas vistas, começava a dar um ar da sua graça. Até o condutor começou a participar nos diálogos mais acalorados. Mas, o «Monsieur Gordo» colocou o pessoal na ordem já que a coisa ainda ia no inicio.
Pelas 10.30 horas chegámos ao aeroporto. Carregar malas, fazer check-in, despachar as malas e passar pelas diferentes formalidades aduaneiras. (De notar que o Joaquim Casimiro começa a implicar com todas estas comichões). Por este tempo iam chegando os últimos participantes. Ás 11.00 horas já tinhamos o grupo todo reunido. De salientar, neste momento, a chegada dos dois vereadores da Câmara Municipal de Alcácer do Sal: a Dra. Isabel Vicente e o Dr. Helder Serafim.
Devagarinho, devagarinho fomos andando. O José Lima e o Zé Miguel foram os únicos a ser revistados. Um toquezinho ninguém leva a mal, não é??!!
Cada vez para mais perto do avião. Ora sentados ora de pé, ora juntos ora separados. O fast-food que estava mais à mão também teve a sua importância, mas houve aqueles que quizeram experimentar, já nesta altura, uma cerveja. Só custou 2,80 Euros...???!!!
-Se aqui era assim, em França só podia ser pior. Bem pior...
Finalmente estávamos no cais de embarque... e voar na Easy-jet vai acontecer por volta das 12.05 horas.
Aí vamos nós. Descer escadinhas atravessar uns metros de pista e ver o avião diante de nós.
-Não tirem fotos.... dizia a hospedeirinha.
-Não tiram fotos....
-Mas quem é que a estava a ouvir??? dizia um.
-Será que ela disse "Não me tirem fotos"? dizia outro.
Eu não sabia o que fazer... mas aqui fica um belo exemplo de um clube de futebol de veteranos a entrar num avião.
Depois de subirmos as escadas de acesso ao avião começámos a pensar em França. Afinal era já ali...
Respirem fundo e mentalizem-se que voar é mais fácil que correr.
E no avião deu para fazer tudo... até para ler o jornal... até para apreciar a paisagem.
as hospedeiras a bordo bem se esforçaram, mas não conseguiram vender nada ao pessoal. Queriam 3 Euros po um Kombucha Fresh... 7 Euros por uma sandwish...
O Luis Baião lá deu 4 Euros por uma Heineken .... e vi também umas "velhotas" a comer umas rodelas de ananás seco... quem diria hein???
Ora vejam...
Meus amigos... tirandos os ligeiros soluços antes da aterragem foi com imenso prazer que fiz mais uma viagem de avião. E na primeira vez que viajei na easy-jet até que correu de forma espectacular.
Vimos o mar e a terra. Vimos Portugal, a Espanha, a França, a Suiça e a Alemanha. Vimos o sol, as nuvens e a neve. Vimos os Pirinéus e os Alpes. Vimos tudo o que os nossos antepassados nunca poderiam ter visto.
Até o jornal «A Bola» trazia novas notícias.
E depois de duas horas e tal sentadinhos na máquina, lá tivemos de aterrar.
Finalmente tinhamos outra vez os pés no chão. Pois é assim que deve ser.
E ficamos agradecidos aos pilotos e ao avião que nos transportaram nesta viagem tão segura.
- Obrigado...
- Obrigado Sr. Avião...
- Obrigado e até Segunda-Feira que é o dia de regresso...
E assim terminou a nossa manhã de vinte cinco de Abril de 2008..
- Será que ainda estaremos a tempo de festejar o Dia da Liberdade???!!!
... isso só na próxima crónica se saberá... e vão por mim pois os festejos estavam logo ao virar da esquina...

Sem comentários: