01 março 2011

Mais uma vitória em dia de estreias...

O Alcácer do Sal Futebol Clube - Veteranos tem uma marca muito própria que é a exigência. Os responsáveis são exigentes, os praticantes são exigentes, os seus apoiantes são exigentes.
Não somos uma qualquer botique de esquina que trabalha para passar o tempo. Não, nós somos de Alcácer do Sal. Somos exigentes, porque estamos integrados numa cultura de responsabilidade e de exigência. Como tal não são admissíveis exibições tão negativas, apáticas e sem cor. Apesar do saldo, nesta época, ser claramente positivo, convém lembrar que já tivemos jogos em que praticámos um futebol de excelência. E nesta deslocação, ao Escoural, para jogar com o Almansor em que obtivémos uma clara vitória por 1-0 praticámos um futebol parecido com o da terceira divisão das Ilhas Faroé...
Conhecem o Fróði Benjaminsen? Eu também não! E é a vedeta lá do sítio...
E assim foi... no Escoural, que no dia da estreia do novo fato de treino, da estreia oficial do Duarte Ribeiro e da estreia em pelados que jogámos uma das partidas mais fraquinhas da nossa vida...
Lentamente... muito lentamente começámos a pressionar os homens do Almansor... e devagarinho começámos a alvejar a sua baliza. E o Pedro Bernardo, à passagem da primeira meia hora de jogo, de pois de uma mirabolante jogada de equilibrismo, em que por várias vezes decidiu brincar com a bola por cima dos adversários..., cabeceou devagarito já na linha de baliza e marcou um bonito golo, que garantiu a vitória ao Alcácer do Sal Futebol Clube.
Na segunda parte aconteceu um jogo entretido em que se falharam tantos golos quanto as estrelas no céu. Mas o golo não surgiu e os praticantes de Alcácer do Sal abandonaram o pelado apenas com a certeza de terem cumprido os mínimos, sem terem de sujar os calções...
E não podemos apenas desculpar a equipa por estar a jogar no pelado...
A equipa não parece estar bem. Claramente a derrota frente ao rival teve consequências na equipa e mesmo no técnico Villas Boas. Não é normal, um treinador do FC Porto no final de um jogo dizer "Nem que fosse com um golo marcado com a mão".
O Melhor em campo foi sem dúvida o estreante Guarda-Redes: O Duarte.
Depois do fraquinho espectáculo corremos a Montemor-o-Novo e matámos saudades duma excelente assada alentejana.
A confraternização foi boa e por isso devemos agradecer aos praticantes do Almansor por fazerem tudo o que estava ao seu alcançe para nos receberem tão bem.

Sem comentários: