29 junho 2011

Em tempo de crise trabalhámos mais e viajámos menos...

"O que queremos é alegria, fair-play, convívio, amizade e viver bem… tudo o que há num campo de futebol!"

No final de cada época desportiva os responsáveis do Alcácer do Sal Futebol Clube - Veteranos fazem sempre uma balanço final. Tudo tem a sua importância e os factos mais marcantes devem ser convenientemente analisados para uma melhor preparação do futuro!
O início da época foi, de facto, prometedor. Aos bons resultados, o Alcácer do Sal Futebol Clube - Veteranos conseguia aliar exibições de qualidade, marcando quase sempre em todos os jogos. E o convívio com os praticantes dos outros clubes era excelente. A verdade é que nos primeiros meses o clube alcançou demasiadas vitórias o que, convenhamos, não estava, propriamente, habituado.
Mas aos poucos e poucos a equipa começou a sentir a responsabilidade e começou a cruzar bons e maus resultados. No final da época, com algumas ausências, a equipa ficou mais pobre e a sua competitividade baixou drasticamente...
Mas... garantidamente 2011-2012 tem de ser a nossa melhor época de sempre...

Agora temos umas merecidas férias para descansar e curar as maleitas.
Depois é muito importante renovar o compromisso com todos os nossos atletas e treinadores, para se assegurar uma próxima temporada de sucesso.
Há que divulgar o Clube e oferecer o nosso esforço a novos praticantes que queiram integrar a nossa associação e o nosso espírito desportivo. A crescente popularidade do futebol de Veteranos, em Alcácer do Sal, é indicativa tanto do sucesso deste clube como da procura crescente de praticantes que se querem integrar em grupos de pessoas com vínculos de amizade e de solidariedade num tempo em transformação e em que predominam algumas dificuldades quer financeiras sociais quer.
E em modo de sintese pretendemos apenas afirmar os seguintes pontos:

1.Em destaque:
- A presença de um número cada vez mais elevado de praticantes nos jogos mostra a
elevada responsabilidade das pessoas que constituem o Clube;
- O equilíbrio financeiro promove a estabilidade do Clube e contribui para a manutenção de uma elevada preparação logística;
- Os jogos com Santa Catarina e Casebres, enquanto pretexto de coesão desportiva e social, prova o quanto este Clube está enraizado na sua terra;
- A participação do Clube, no Corso de Carnaval e na PIMEL, permitiu difundir o nome do Clube e foi mais um motivo de congregação entre os praticantes da associação e os seus familiares;

2. A melhorar:
- O difícil recrutamento de novos praticantes torna difícil a renovação do Clube;
- A organização de actividades fora do nosso país deve ser cada vez mais eficaz;
- A gestão das diferentes áreas e responsabilidades do clube devem ser distribuídas por um maior número de praticantes;
- Este clube, mais do que uma entidade desportiva, é uma associação que promove o bem estar social e cultural;
- Todos devem sempre querer, cada vez mais, o melhor para o clube.

2. Conclusões:
- Numa tempo de grave crise financeira as decisões dos responsáveis do clube obrigaram, cada um dos seus praticantes, a um esforço colaborativo mais intenso.
- A decisão de não se deslocar ao estrangeiro permitiu ao clube e a todos os seus praticantes a poupança de muitos recursos.

Sem comentários: